O Projeto

Olhar Circular é um projeto de caráter público e gratuito que acontece nas escolas das redes municipais e estaduais e em equipamentos públicos. Nosso objetivo é promover através da arte de fotografar novos diálogos sobre cultura, patrimônios, memórias e vivências, em conjunto com os participantes diretos e a sociedade civil. A edição proposta a ser executada no ano de 2018 implica na utilização de dois movimentos artísticos – a fotografia e o cinema – como meio de construção ético sociocultural em conjunto com as comunidades.

Em sua oitava edição a acontecer em 2018, um novo conteúdo programático foi idealizado que objetiva a ampliação das linguagens artísticas para duas artes visuais: fotografia e cinema, onde a convergência destas possuem grande representatividade na contemporaneidade, considerando que vivemos um período majoritariamente imagético.

De acordo com o tema o projeto será direcionado para os alunos do ensino médio da rede pública, uma vez que estes se encontram num período crítico de transição entre a adolescência e a idade adulta, o projeto será uma ponte para auxiliá-los com as questões que emergem socialmente durante essa fase, que é considerada relevante por promover mudanças culturais, se apresentando como uma possível abertura para novos conhecimentos e discussões.


CINE OLHAR

Nas edições passadas o projeto realizou diversas exibições de filmes pontuais nas cidades onde aconteceu (Poços de Caldas e Andradas). Considerando o sucesso do trabalho, priorizamos realizar nesta nova edição mais exibições que ocorrerão paralelamente às oficinas para amplo aproveitamento da sociedade. As exibições acontecerão em praça pública, de forma gratuita, e utilizaremos uma infraestrutura própria para oferecer a melhor experiência para os telespectadores. Assim, não somente os alunos atendidos diretamente serão beneficiados pela ação, mas toda a comunidade local e regional.

Reconhecendo a necessidade de atividades que ressaltem as diversas linguagens artísticas, o Cine Olhar é uma ação dentro do projeto que promove gratuitamente em espaços públicos obras cinematográficas coerentes com temáticas sociais, atrelando sempre o entretenimento e a cultura.


  (35) 99146-0949
midia

Histórico

O grande papel da arte é reconfigurar as relações humanas, bem como intuir novas linguagens para a reflexão constante dos modos de vida. Podemos contar qualquer história através das artes visuais. A relevância do registro e das criações artísticas é de cunho cultural, social e político. A história contada através da fotografia e do cinema é tão importante quanto à história escrita e oral. Nesse contexto, nasce em 2008, o projeto "Olhar Circular" que se propõe enquanto um meio de comunicação para as ideias de seus participantes, bem como das comunidades atendidas.

Trata- se de um projeto que não traz benefícios apenas aos participantes diretos do projeto. Seus resultados atingem toda a comunidade e são observados e comprovados através das mudanças de hábito dos participantes que se tornam multiplicadores do projeto, e também, através dos produtos gerados pelo projeto como as exposições fotográficas físicas e digitais.

Nas edições anteriores (2009/2010/2011) realizadas através do Prêmio do BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento e da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Poços de Caldas, o projeto teve a experiência de realizar oficinas abertas à população de Poços de Caldas de todas as faixas etárias e contou com a participação de adolescentes, adultos e pessoas na terceira idade. Isso provocou um intercâmbio cultural entre gerações e deu ao projeto um caráter abrangente. O resultado foi um mapeamento cultural inédito e único da cidade e de seus moradores, através de registros fotográficos que foram exibidos exposições e varais abertos. Em 2012, 2013 e 2014 foi realizado em Poços de Caldas com recursos da Lei Federal de Incentivo a Cultura - Lei Rouanet -, beneficiou mais de 400 pessoas, entre crianças, adolescentes, jovens, adultos e da terceira idade. Já no ano de 2016, fora realizado na cidade de Andradas com recursos da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, atendendo aproximadamente 600 pessoas diretamente e mais de 1000 pessoas indiretamente.

A edição do Projeto Olhar Circular proposta a ser executada no ano de 2018 implica na utilização de dois movimentos artísticos – a fotografia e o cinema – como meio de construção ético sociocultural em conjunto com a comunidade de duas cidades do sul de Minas: Andradas e Poços de Caldas. Após a análise dos efeitos da última edição realizada no município de Andradas e em comum acordo com as diretrizes apresentadas pela sociedade civil atendida pelo projeto, um novo conteúdo programático foi idealizado pela equipe responsável. Todas as atividades propostas pelo projeto são gratuitas, o que inclui oficinas teóricas e práticas, exibições de cinema e exposições artísticas.

Como resultado, temos a formação de indivíduos mais críticos frente à sociedade, conscientes de seu papel de cidadãos atuantes, reconhecedores de seus direitos civis. A ação contribui para a formação cultural do indivíduo, levando aos participantes discussões sobre questões culturais significativas como a importância de se possuir protagonismo cultural e a possibilidade de se repensar práticas através dos movimentos artísticos. Possibilita também que os participantes do reconheçam como sua a cultura da cidade onde vivem, promovendo a valorização da mesma.

No decorrer destes últimos dez anos de realização observamos que as oficinas incentivaram os participantes a buscarem carreiras nas áreas de comunicação e artes plásticas, através do estímulo à produção de fotos documentais e autorais, e ainda das humanidades.

Contato

Coordenação Geral e Produção Executiva
  olharcircular@olharcircular.com.br

Produção Executiva

Pomar Cultural Produtora
 Rua Aimorés, 368 - Vila Togni
     CEP 37704-345 - Poços de Caldas/MG
+55 (35) 99146-0949

Envie sua mensagem